Classificação IP, você sabe o que é e como funciona?

Que raios é esse tal de IP?

Você já deve ter visto em algum dispositivo a sigla IP68 ou alguma coisa parecida, certo? Acho que a grande maioria de nós sabe que se trata da indicação da existência de proteção contra algo, como suor, poeira, água e outros, mas você sabe exatamente como ela funciona? Então venha com a gente neste breve texto, que iremos explicar tudo para você virar um craque quando esse assunto surgir.

Para que serve essa sigla?

A primeira coisa que você precisa saber é que toda vez que você encontra a sigla IP, que significa Índice de Proteção, ela identifica que o fabricante garante que aquele produto em questão tem alguma proteção ao contato de algo, como poeira, água, impacto, entre outros.
Essa nomenclatura foi criada com a intenção de informar ao consumidor qual a real proteção que o dispositivo oferece, ficando claro o que o produto pode suportar ao invés de confiarmos nos termos utilizados em comerciais que passam a impressão de alguma coisa que o produto pode não fazer.

E como funciona?

Esse termo é baseado em 2 dígitos após a sigla, ficando com a seguinte estrutura – IP AB. Sendo que o item que nomeamos de A vai de 0 a 6 e indica proteção contra objetos sólidos. O item que nomeamos como B vai de 0 a 8 e refere-se à resistência a líquidos.

Existem duas informações que você precisa saber: quando utilizado o 0 (Zero), significa que para aquele item, não há resistência alguma. Quando utilizado o X significa que não é possível determinar o nível de proteção em relação ao item, mas não significa que não exista, isso é muito importante que você entenda.

Criamos uma tabela para que você entende o que cada digito significa. Lembrando que a classificação serve para qualquer coisa, como fones de ouvido, quadros de disjuntores residenciais, rádios e qualquer outro item que o fabricante queira informar um grau de proteção.

Vamos exemplificar tudo que explicamos.

Agora vamos imaginar a seguinte situação: Você compra um celular com IP66 e como não está familiarizado com essa sigla, resolve fazer um mergulho na piscina com seu dispositivo para fazer algumas fotos, pois afinal, o vendedor lhe informou que o celular tem proteção contra água. Para se assegurar, você coloca o aparelho rapidamente na água e como nada acontece, desencana e pula na piscina. Ao final do dia, depois de muitas fotos e vídeos, repentinamente o aparelho desliga sem explicação. Ao ir à autorizada, o técnico informa que seu aparelho teve contato com a água e não está coberto pela garantia.

O grande detalhe de toda essa história é que o aparelho realmente tinha proteção à água, mas na classificação IP66, ou seja, o dispositivo não é resistente a imersão. Viu como saber dessa informação é importante. Se o aparelho estivesse na classificação IP68 não haveria problema algum e caso algo acontecesse, estaria coberto pela garantia.

Então, se meu produto for resistente a algo, ele será para sempre?

Bom meu amigo, não é bem assim. Sobre este item em específico, iremos falar em relação aos smartphones que é nossa área, mas provavelmente deve-se aplicar o mesmo conceito em qualquer outro dispositivo. O que faz a vedação, de maneira simplista, no caso de contato com líquido, em muitos casos é uma borracha ou algum adesivo. Com o passar do tempo essa vedação perde sua efetividade, com isso afetando a proteção original existente. Resumidamente, após o fim da garantia, evite o contato com líquido. Lembrando que essa proteção só é válida caso não exista nenhum tipo de anomalia estrutural no aparelho, como tampa quebrada ou a lente de proteção da câmera danificada, entre outros.
Bom, agora que você já sabe de tudo, será mais fácil comprar seu dispositivo e identificar se pode fazer aquelas fotos submersas que tanto gostamos.

Caso você se encaixe na triste história que contamos, saiba que aqui na Terma Cell temos técnicos capacitados e equipamentos especializados para executar o processo de recuperação do seu aparelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *